Programa Sat

SAT, em sânscrito, significa ‘Ser’ ou ‘Verdade’.

Em inglês suas iniciais referem-se a ‘Seekers After Truth’.

(Buscadores da Verdade).

É um verdadeiro “fermento transformador”.

 


O Programa Sat reúne anos de profundos estudos e investigações psicológicas e integra diferentes disciplinas. Ele consiste num trabalho intrapessoal e grupal que produz nos participantes conquistas substanciais.

Além de sanar dificuldades de comunicação, permite o entendimento do caráter e a superação gradativa de alguns aspectos negativos da personalidade. Resgata atitudes de abertura comuns ao profundo despertar do mundo afetivo e intuitivo, num processo de desenvolvimento humano.

E possibilita a revalorização da tarefa de educador e a constatação de que a ação de cada mestre forma uma base inegável do processo de construção do futuro.

 


O Programa SAT: Terapia Integrativa


“Há algumas décadas,se quebrou o império monolítico da psicanálise em  psicoterapia; surgiram muitas alternativas.Surgiu a Escola Rogers surgiu, surgui a Gestalt ,veio a Danzaterapia … surgiram muitas maneiras de fazer. E, em seguida, o público consumidor, em vez de beber em só uma fonte, como tinha feito antes, começou a se alimentar de muitas fontes. Isto chegou a ocorrer entre os próprios profissionais, pessoas que estavam então em formação. Os psicólogos, psicoterapeutas, pessoas ajudando outras pessoas começaram a ver um pouco de Bioenergética, um pouco de Processo Hoffman … essas coisas.
O que eu oferecido foi uma síntese personal implícita , meditação e terapia através do analític e através da Gestalt. E também incorporei uma série de exercícios psicológicos que foram gerados a partir do Eneagrama “.

(Claudio Naranjo)

 


O que é o programa SAT?


Não é teórico, é vivencial. Não  ensinam-se técnicas, não ensinar-se idéias;  se transmitem experiências. Aqueles que assistiram sabem que tem a ver com a meditação, com o cultivo da atencão, com a auto-conhecimento. Outro componente importante é a atenção aos relacionamentos pessoais e relações com a autoridade, e a Gestalt como o cimento que une muitos aspectos do programa. É um mosaico. Eu diria que é uma escola viva e não apenas um currículo, porque não daria certo esse currículo, que está em mãos de certas pessoas que sabem fazer seu trabalho, compreender um ao outro, e como no teatro ou na dança, sabem improvisar juntos .

É uma escola viva que resume basicamente três coisas: o budismo, o cuarto caminho – ao qual Gurdjieff caracterizava como um Cristianismo esotérico- e a psicoterapia. É como uma síntese entre o cristianismo, o budismo e psicoterapia. Hoje prefiro dizer que a psicoterapia é outra coisa. Que a essencia, o que é válido da psicoterapia é uma mistura de auto-conhecimento e liberação instintiva; é um ensinamento inspirado  no princípio de “conhecer-se a si mesmo”; é um ensinamento inspirado na fé organismica, na espontaneidade. E é isso que os gregos chamavam os mistérios de Apolo e Dionísio.São duas religiões; as duas religiões que se perderam com o advento do cristianismo. Iniciados no mistério sabíam que são duas faces da mesma moeda, são coisas complementares.
A Psicoterapia está em queda no mundo, está sendo deslocada pela medicina farmacológico. É muito mais barato para resolver os problemas das pessoas com fármacos. Não é resolver naturalmente, mas faz as pessoas continuar a trabalhar e engolir o seu desconforto, funcionando como galinhas poedeiras que estão lá para fazer isso e não para viver. Em seguida, o domínio económico faz com que a psicoterapia seja cara demais.A Psicoterapia devería alterar o formato; é a heranca natural da educação. Acredito que a educação está morta; devería também herdar das religiões morrendo fossilizados ou herdar as verdades das tradições espirituais, mas com uma nova língua.